free stats


     
 

Publicidade:


Foxkeh
Melhor visualizado
com Firefox 3.0
e 1024x768


Contato:
pcezar87@gmail.com

Comunidade Luz Vermelha
Os perdedores:
Lun�tico
Monstro de escuridão e rutilância, foi replicado a partir dos restos de sêmen de uma iguana presentes em ranhuras duma rocha antiga encontrada no Golfo do México. Responsável pela produção caseira atual do jogo PONG, programa com sua sapiência símia altas coisas. Decorador nas horas vagas. Tipo, ele faz o design do blog.
N�voa
Hippie e sujo, trabalha como vassoura humana para garantir seu angu no final do dia. Voou pelo mundo no seu tapete mágico defendo idéias como beat e vorticismo. Só sabe tocar Hurricane do Bob Dylan, e estranhamente, expele fumaça roxa ao fumar, por isso, o apelido.
Larica
Garoto maconheiro e pederasta, nasceu caolho. Usa um tapa-olho. Perdeu a perna durante intercurso na antiga União Soviética com um Urso Pardo. Atualmente vive de esmola no centro de São Paulo.
Death Nails
Tocador de zabumba eletrônica, mora com seu rato de estimação, Lester e uma réplica em tamanho real da tartaruga ninja Leonardo. Tipo sanguíneo: C+. Gosta de caminhar na praia com uma cabeça de bode e é satanista, oh maldito.

Histórico:


Jabá:

Estatísticas

Agradecimentos:



Design por Lunatico

 
     
 
 
Inscreva-se no Luz Vermelha
 
     

Frase Aleatória:

sábado, setembro 15, 2007
102!

 

Número 102!! Não poderia ser menos criativo do que isso. Não mesmo. Olha que lindo que ficou a capa "versão não censurada" do Electric Ladyland. Fiz pelo Word!!!! Caramba, até eu não sei como saiu esse "102" estiloso pelo Word amaldiçoado. Se essa é a "não censurada", então, pela lógica cartesiana, há uma "censurada" certo? Pois ela existe mesmo.

http://images.uncyc.org/pt/7/79/Motumbo1.JPG. Essa capa foi uma homenagem ao irmão oculto do Jimi. Coitado. Um dia, ele tropeçou, e morreu. Um pouco antes do sucesso de Jimi começar. Um tutor que morreu com a missão cumprida, e bem cumprida mesmo. Grande Bengalelê Motumbo Hendrix... Os dois irmãos Hendrix eram dois gênios em matéria de tocar: um tocava guitarra como ninguém, e o outro tocava... mas nunca se foi definido se aquilo era um instrumento, alguns chamavam de "prédio", outros de "pé de mesa", mas nunca teve um nome definido no mundo da música. É importante saber que antes do Jimi fazer sucesso, eles tocavam em bares e puteiros, e eram conhecidos como "Hendrix Brothers".

Ainda lembramos os intermináveis solos "de uma corda" que Motumbo performava no seu "Bengson Black Flying V®". Ele era o único guitarista que perfomou a sua infame técnica de guitarra chamada "20 contra 1", era uma habilidade refinada que necessitava de um auxílio exclusivamente feminino para tal performance. Foi a única técnica, até hoje, que nenhum ser humano conseguiu imitar.

Engraçado é saber que a carreira do Jimi deslanchou logo depois da morte do tal irmão. Ninguém sabe por que até hoje. Segundo o depoimento de Jimi, um ano depois da morte do caro Motumbo, em 1943, ele afirmou em uma entrevista ao Ed Sullivan:"Nunca comi tanta buceta com meu irmão. E nunca fiquei tão lesado com aqueles branquelos da minha banda. Continuo preferindo buceta". Também dizem alguns boatos que o início da vida de alucinações e viagens intergalácticas com a pequena ajuda de drogas, iniciou-se com um patologia psicológica do Jimi, um complexo eudipiano com relação ao instrumento do irmão.

Muitos livros e teses sobre esse assunto já foram estudados e discutidos por crânios do mundo da psicologia moderna. Palestras, debates na TV Cultura, churrascos da amizade, ainda são feitos para trabalhar e lapidar essa teoria, que nos permitirá de conhecer ainda mais o complexo inconsciente do ser humano, permitindo assim, finalmente, nossa ascensão a era de aquarius.

Enfim, claro que depois da trágica morte de seu irmão, Jimi foi logo requisitado em Woodstock, onde ele modificou um pouco das músicas "hits" que ele e o irmão tocavam em prostíbulos, como "Fuck The Lady", "Purple Jizz" e a única que ele não mudou o nome "Are You Experienced?", porém ele mudou as letras.

A perda do seu amado irmão, Bengalelê Motumbo, que o criou, o amamentou, e o ensinou tudo sobre beijo grego e guitarra, realmente abalou a vida de nosso tão amado guitarrista. Na sua última entrevista que ele fez com Jerry Springer, em 1994, logo após o lançamento de seu álbum "Blues", que é muito bom, por acaso, ele disse:"Sempre que eu toco na minha Gibson SG®, ou na minha Fender Stratocaster®, virada ao contrário, por causa de minha lepra, que já tinha devorado meu braço esquerdo, etc etc etc....[30 minutos depois] enfim, sempre que eu TOCO nas minhas guitarras, que são inúmeras, porque se eu ficasse falando todas elas, o seu show teria terminado [plateia dorme] e eu ainda estaria no meio da lista, eu lembro do Motumbo.... [Jimi chora desesperadamente]"

Amamos você, Motumbo. Mesmo ocultado e escondido pela mídia, sabemos, que você, Bengalelê Motumbo Hendrix, foi o verdadeiro músico do século XV. E sabemos o quão você foi importante nesse deus que foi seu irmão. Somos muito grato pela sua existência.

E que seu tropeço não tenha sido em vão.

Uma homenagem de toda a equipe do Luz Vermelha,

Bengalelê Motumbo.

Foto famosa de Bengalelê Motumbo, feita na
mesma passeata de seu tropeço histórico.

E claro, esse post também foi uma homenagem ao verdadeiro rei, Robe... Jimi Hendrix, e a idiotice do ser humano, que nesse caso sou eu.

Passar bem.

Expelido por: larica às 22:15
|



Layout por lunatico - Luz Vermelha 2009