free stats


     
 

Publicidade:


Foxkeh
Melhor visualizado
com Firefox 3.0
e 1024x768


Contato:
pcezar87@gmail.com

Comunidade Luz Vermelha
Os perdedores:
Lun�tico
Monstro de escuridão e rutilância, foi replicado a partir dos restos de sêmen de uma iguana presentes em ranhuras duma rocha antiga encontrada no Golfo do México. Responsável pela produção caseira atual do jogo PONG, programa com sua sapiência símia altas coisas. Decorador nas horas vagas. Tipo, ele faz o design do blog.
N�voa
Hippie e sujo, trabalha como vassoura humana para garantir seu angu no final do dia. Voou pelo mundo no seu tapete mágico defendo idéias como beat e vorticismo. Só sabe tocar Hurricane do Bob Dylan, e estranhamente, expele fumaça roxa ao fumar, por isso, o apelido.
Larica
Garoto maconheiro e pederasta, nasceu caolho. Usa um tapa-olho. Perdeu a perna durante intercurso na antiga União Soviética com um Urso Pardo. Atualmente vive de esmola no centro de São Paulo.
Death Nails
Tocador de zabumba eletrônica, mora com seu rato de estimação, Lester e uma réplica em tamanho real da tartaruga ninja Leonardo. Tipo sanguíneo: C+. Gosta de caminhar na praia com uma cabeça de bode e é satanista, oh maldito.

Histórico:


Jabá:

Estatísticas

Agradecimentos:



Design por Lunatico

 
     
 
 
Inscreva-se no Luz Vermelha
 
     

Frase Aleatória:

quinta-feira, dezembro 13, 2007
Histórias Lunáticas - Parte 2

 
Essa história de auto-bibliografia é bem legal... to pensando em escrever um livro... daí eu bato um recorde, eu escrevo mais livros do que eu já li. Ou seja, 1.

Agora vou continuar minhas histórias. Senta que lá vem história, moleque! Após eu escapar da União Soviética, vivi na clandestinidade durante os próximos 5 anos. Em 1992 eu descobri que o Muro de Berlim caiu. Então eu fui para Alemanha pegando caronas em carros de bois e bodes moribundos. Conseguia certos favores através
Peguei um dia uma rabeira num carro funerário.

Tinha uma velha moribunda lá no caixão feito de madeira. O sorriso mórbido dela me conquistou. Matei o cara que tava puxando o carro. Foi a única aventura sexual da minha pessoa com mortos. E devo admitir que não foi tão ruim assim. Eu mesmo já não via uma mulher há 7 anos. Depois eu vomitei. MUITO. Ela ficou mais ou menos assim: FOTO (Cuidado!)

Depois de vários dias jogados nos áridos desertos alemães eu me recuperei e parti em direção a Berlim. Conheci uns caras que andavam por aí com uma estrela de 4 pontas bem estranha, cada ponta ia pra um lado...
Os caras foram bem gentis comigo, mas se aparecia uma cigana por lá eles já tiravam um rifle e davam um tiro na testa... Estranhos esses alemães... Depois de comer aquele salsichão já num sei o que acontece com o cérebro dos desgraçados. E tudo isso regado a cerveja ainda por cima. Finalmente cheguei ao aeroporto. Sodomizei uma aeromoça ou duas e voltei pra Paris. Mas esse conto é pra uma próxima história lunática.

Expelido por: lunatico87 às 03:00
|



Layout por lunatico - Luz Vermelha 2009